31.3.12


Já não sei nada de nada,aliás já nem sei quem sou. Já não sei o pensar acerca de mim e do que sou capaz de fazer,a mim e a outros e sim,estou a falar de todos os que me rodeiam. Não sei se sou verdadeira ou falsa ou até se sou amiga de quem é meu amigo ou sou apenas aquela que usa tudo e todos.
Gostava de perceber se sou como tu dizes,se sou aquela pessoa com que posso contar. Mas então,porque é que me dizes isso? Porque é que dizes que sou tudo para ti e depois dizes para eu estar do teu lado numa discussão que é entre pessoas que tanto tu como eu  amamos. 
Simplesmente gostava que percebessem que o meu EU está ferido demais para ir para certas e determinadas discussões que acabam sempre em feridas que custam a sarar.

13 comments:

andreia said...

mesmo. :x

nicolemorais said...

obrigada! olha, força, as coisas vão resolver-se.

teixa pinto said...

oi querida/o, estou a seguir-te.
acho o teu blog simplesmente fantástico.
beijinho.

Inês Sofia said...

Wow! Adorei o texto! Escreves de uma maneira tão simples mas tão singular!
Sigo minha linda
beijinho*

Raquel said...

Força! e obrigadaa pelo teu comentario, apesar de ter sido simples, ajudou na mesma (:

Sandra'Ferreira said...

obrigada por perceberes!

teixa pinto said...

oh muito obrigada doce. (:

A* said...

oh, muito obrigada minha querida *.*

Inês Sofia said...

oh obrigada fofinha!
beijinho!

Raquel said...

Temos mesmo, obrigada amor, digo o mesmo.
Quando precisares de falar, já sabes estou aqui (:

andreia said...

muito obrigada querida, é bom saber isso. :')
também podes contar comigo para tudo!

Anα C . said...

ora essa princesa :) .

sílvia sampaio. said...

muito obrigada :)
bem... espero que tudo se revolva, força!